sexta-feira, 6 de agosto de 2010

0 Hebreu Entrevista o Rapper,Produtor e Jurista "Flagelo Urbano"

"Cansado de ser eco,passei a ser a voz"


Pra Min é Uma Honra Entrevistar Um dos Rapper do Underground Mais Ideologicos de angola Junto Ao Rapper Mck ,Nesta Entevista ele Fala sorbre sua Carreira,Influencia Musical, Rappers Favoritos,Beffs,Underground Vs Comercial,Kuduro ,Projetos Futuros Entre Outras cositas mais.


Thug - Qual foi o primeiro contacto que Teve com o mundo do Hip Hop?
Flagelo Urbano-Olha mano,em tive o primeiro contacto com o hiphop em 1993-94 mais ou menos.Nessa altura eu vivia numa provincia que fica no litoral sul de Angola ( Benguela). Eu era nessa altura dançarino de House music,tecno,funk e Shaque . o Nosso grupo se chamou “NCC” no princípio e mais tarde mudamos para “Os lakers “ devido a admiração que tínhamos pela equipa de Basket da NBA com o mesmo nome. Um dia desses fui para a escola e um colega meu chamado Silvano Salesso (Guillhotina Verbal) apresentou-me uma cassete, isto porque naquela altura os Cds eram escassos e nessa cassete continha os sons de rap americano. Nunca tinha ouvido falar antes de 2 pac ,Wu-tang,Snoop dogg. Mas muito antes nós já ouviamos Mc hummer,Ice of base, Kris Kross e muitos outros artistas daquela época e o som deles era muito estranho e apenas os usavámos para dançar . Gostei muito das músicas que ouvi na cassete que recebi do meu amigo, foi como que amor á primeira vista. Dai em diante não mais parei de procurar cenas parecidas. Em finais de 1995 começei a tentar escrever algumas coisas mas parecia complicado demais. Mas quando vi o grupo de rap Zona Kid num programa realizado por “Salu Gonçalves “ a cantar Rap fiquei ainda mais envolvido e achei que também podia fazer algo parecido. Em 1996 comprei no mercado local a Cassete com as músicas do album “ All ayes on me” de 2 pac .Quando ouvi aquele album a minha maneira de ver as coisas e a música rap em particular mudou muito . Ainda me lembro perfeitamente, de uma das músicas mais profundas que já ouvi no Rap “Life goes on” eu ouvia este som quase todos os dias e ainda hoje oiço e continuo a pensar a mesma coisa . Quando em finais de 1997 vi para Luanda estudar, perdi um pouco da ligação que tinha com o rap porque nao conhecia quase ninguem. Mas em 1998 retomei esse contactos com os programas que algumas rádios tinham,com os “meetings” que tinhamos no eliga teatro ou em casa de um membro do movimento. Algum tempo depois conheci o Mc k, Keita mayanda,Leonardo Wuawuti,Kudibanguela,Ima Nayobe,Kota Seba e muitos outros manos que exerceram uma grande influencia no aprecimento e desenvolvimento do movimento em Angola. Foi mais ou menos assim que tudo começou.


Thug - Quais são as tuas influências e Rappers favoritos?

Flagelo Urbano-Eu gosto muito de cenas alternativas. Acho que o gosto musical das pessoas está demasiadamente uniformizado.A televisão e as rádios são os maiores responsáveis por isso. Todos são de alguma forma obrigados a gostar do artista A,b ou C e quem procura ouvir algo diferente, aos pouco deixa de fazer parte do “grupo”. As minhas influencias remontam ao Jazz,afro beat,Nu soul, Semba de Raiz,blues,afro jazz e devo dizer que também ouço muito Fado. Gosto de muitos Rappers.Mas tenho um carinho especial pelo Common,Raekwon,Nach e o Fuse dos dealma.


Thug - Como é o teu estilo e o que procura dar ao público?

Flagelo Urbano-Eu sou do tipo Sala, esta expressão é do keita Mayanda e se adequa sem grandes esforços ao tipo de música que faço. Faço música para ouvidos selectivos e que realmente tenham uma maior preocupação com o contéudo e não muito com o continente. Normalmente quando escrevo não penso no público.A minha música é o resultado do meu pensamento político, cultural e filosófico. Eu escrevo para mim e não penso sobre o que pretendo dar ao público ou sobre o que o público espera de mim.Eu sou um poeta e como tal procuro despejar no papel o resultado das minhas frustrações,medos,verdades,valores e convicções. Portanto,se alguem se identificar com a minha mensagem fico feliz. Porque existem milhares de pessoas que naturalmente,terão os meus problemas e passarão pelas mesmas situações que eu e quem não gostar também entendo,porque nem mesmo Jesus Cristo agradou a todos.



Thug - Quais são os Albuns indispensáveis que nunca enjoa de Ouvir ?

Flagelo Urbano-Eu nunca me aborreço de ouvir “ Wu-tag forever” do Colectivo Wu-tang Clan, “Be”de Common,”Imobilirity” de Raekwon e “Informação ao núcleo” de Fusivel. Mas existem muitos bons albuns dos quais não me canso nunca de os ouvir.


Andreia - Quais tipos de temas costuma abordar nas letras das tuas músicas?
Flagelo Urbano-Eu sou muito viajado no que se refere a temas. Gosto muito de abordar temas complexos e que poucos artistas os abordaram, ou ainda procuro falar de temas comuns, mas de uma forma muito mais profunda e embelezada.Não tenho preferencia em temas específicos ,se achar que um assunto daria numa boa música eu escrevo.



Thug - Vive somente da música ou tem outra profissão?

Flagelo Urbano-Eu não vivo da música mano. È dificil viver da música em geral em Angola. Viver do rap ( underground) é ainda mais dificil e complicado devido as barrareiras e a certa oposição que a sociedade impôe relativamente a esse tipo de música.Se eu kizesse viver da música teria de renunciar a muitas coisas. Mas para ser honesto nunca tive pretensão de viver somente da música.Eu sou Jurista( Licenciado em Ciências Júridicas) e pretendo viver do fruto da minha formação e continuar a fazer música.

Thug - Quais são os teus principais objectivos a nível pessoal e profissional?

Flagelo Urbano- A Nivel profissional pretendo ajudar as pessoas a entender melhor os seus direitos e deveres.Em Angola as pessoas sabem mais sobre o que não devem fazer mas sabem muito pouco ou quase nada sobre aquilo que devem e têm o direito de o fazer. Tenho a pretensão,caso seja possivel de abrir um consultório jurídico aonde possa dar apoio ás pessoas sobre os mais variados assuntos e continuar a trabalhar na área do direito. Vou continuar a estudar,fazer mestrado,doutoramento e se tiver algum tempo pretendo fazer fazer mais uma licenciatura em Ciência Política ou em Teologia. Relativamente aos objectivos pessoais pretendo abrir uma editora e lançar muitos bons artistas que têm passado pelo meu Home studio.


Thug - O que acha desta "guerra" entre música comercial vs underground? A tua música é comercial ou underground?

Flagelo Urbano- Eu acho que essa guerra tem a sua razão de ser. Os artistas underground pretendem apenas separar as águas. E é necessário que saibamos quem é quem e quem faz o quê. Há artistas que fazem de tudo um pouco mas depois querem dizer que são underground,outros fazem Cú duro e Kuaito e dizem que são rappers, outros ainda mixturam rap com cú duro e no final se tornam todos no petróleo do mesmo incêndio. Não está certo! Toda corrente músical é légitima e o artista é livre de criar e buscar outros elementos fora do seu estilo,contanto que não disvirtualize a essencia,o elemento que caracteriza e serve de base ao som que identifica a sua música. Vou assumir a responsabilidade de dizer que em angola 99% dos artistas que fazem música comercial “mein stream” não o fazem pela arte ou pelo amor por essa vertente da música Rap. Eles fazem-no tão somente para serem famosos e aparecer nos grandes eventos,rádios e televisão.Assim sendo,imitam artistas como Jay z,Lil wayne, 50 Cent,Juel Santana e muitos outros artistas que vivem em uma realidade completamente diferente da nossa.Acabam sendo cópias mal feitas. Têm a pobre noção de que como estes artista lá nos seus países fazem sucesso com a sua música e a forma de vestir também o farão aqui em Angola. E o resultado é um aglomedaro de Clones ambulantes. Quem me conhece sabe qual é a natureza da minha música. Se tu realmente segues o meu trabalho,os princípios e valores que defendo dentro e fora do movimento, saberás se a minha música é comercial ou underground. Essa pergunta quem deve responder és tu... Mano . risos...

Thug - Claro q Sei mano Underground Dos Mais Lokos q Existe na Lusofonia



Thug - O que Achas destas Brigas (Beffs) entre os rappers..?? e Voce tem algum Rival..?

Flagelo Urbano- Acho que essa guerra é perda de tempo.Muitos se escondem no meio dela para chamar a atenção que não teriam se tivessem lançado uma música sem ofender o outro. Para muitos o beef tem alguma ou muita serventia. Mas para mim não ! porque cria limites,fronteiras,aguça o engenho violento do homem, quer do ponto de vista fisico como verbal.As rádios usam-no como meio de amealhar audiência,os artistas como meio de ganhar popularidade gratuita e no final de tudo os mais jovens e a sociedade em geral é que perdem porque aceitam o beef como meio saudável de se chegar ao reconhecimento. Graças a Deus não tenho nenhum rival.Acho que as pessoas sabem que não tenho muito tempo para essas cenas.As minhas energias são canalizadas para criar amor com os olhos secos.



Thug - Diga-nos o que Voce Conhece do Rap Brasileiro?..se conhece qual Grupo ou rapper Gostaria de Gravar uma Cena?
Flagelo Urbano-Modéstia a parte, eu conheço muito sobre a música brasileira na sua generalidade,desde a MPB até ao Rap. Sempre gostei da música brasileira porque acho que o brasileiro é dos povos mais melódicos e criativos que conheço. Eu sou um grande admirador dos racionais Mcs,mano brown é para mim e sermpre será uma referência.Gosto do Sabotagem( que deus o tenha),SNJ,Facção central,Parteum,Mzuri sana,Gog e muitos outros não menos importantes. Gostaria de gravar com os Racionais mcs.


Thug - No Brasil a Um bom Tempo Esta muito a Bater o "Kuduro" Gosta deste movimento Urbano de angola...Acha q é uma vertente do Rap Angolano?

Flagelo Urbano-Fico feliz por saber que o Cu duro transpôs as fronteiras de angola e caminha livre pelas avenidas paulista,marginal pinheiros,ecoa no aterro do flamengo e em outros locais do brasil e do mundo. Quando o cu duro surgiu no princípio da década de 90 a sociedade se negava a reconhece-lo como estilo musical. Os mais velhos diziam que era tal como o Rap música de delinquentes e desocupados.“Críticos” musicais como o Sr. Jomo Fortunato se negavam ou se negam a reconhece-lo como música. O tempo passou e a sociedade entendeu finalmente que era apenas uma forma derivada do Rap de se expressar,de manifestar as inquetações, actravés da introdução de vocabulários quase que imperceptiveis para quem não faz parte de um selecto grupo de pessoas. Hoje quase que ninguem mais ousa em dizer que o cú duro não é música. Os que o marginalizavam procuram a todo custo fazer o máximo de dinheiro possivel com ele.O Cu duro tornou-se numa fómula comercial. Não precisamos fazer muito esforço para notar que há elementos naquele estilo que revelam a sua descendencia do Rap. A maneira de fazer a rima,a dança tem muita ligação com o break e até palavras que usamos e que são próprias do rap.Eu não sei dançar cu duro,mas gosto muito de ver o pessoal a dançar.Muitos dizem que não sabe dançar cu duro não é angolano. Acham que não sou angolano por não saber dançar cu duro??? Risos..
Thug - Acontece comigo sou preto nao sei dançar Samba....os angolanos portugueses ,moçambicanos e outros tambem acham estranho claro q vc é angolano e eu so brasileiro..rsrsrs


Thug - Concorda com o Mck q diz Que "O Rap Angolano tem q ter a cara de Angola"..? e o q vc acha do rappers q imitam 50 cent e entre outros rappers so em busca de fama e grana?

Flagelo Urbano-È preciso fazer uma interpretação extensiva das palavras do MC K. Eu concordo plenamente com o que ele pretendeu dizer.Mas quando o MC K diz “Cara de Angola” está a querer dizer originalidade na abordagem dos temas,beleza textual e uma ligação,um laço de pertinência entre a tua música e a realidade que gravita em torno dela.Mano,há artistas angolanos que escrevam sobre coisas que nunca viram, nem nunca experimentaram. Artistas há que falam de jakuzi mas nunca tiveram num,falam de carros que nunca tiveram,falam de quantias em dinheiro que nunca tiveram.Usam roupas de inverno no verão abrasador de Angola. Estais a entender ? Falam como 50 Cent,cantam como 50 Cent,cantam como Lil Wayne, vestem-se como eles, epa mano é rídiculo. Tudo isso só com o único objectivo de buscar fama e vender mais para ter dinheiro. È preciso nos focarmos na nossa realidade,no meio que nos rodea,nos problemas que vivemos no dia-a-dia e cantarmos as nossas alegrias.Seja comercial,mas seja um verdadeiro comercial.



Thug - Intaum mano Vamos Fala de Novos Projetos...Tem Algum Album,single,video em projeto?

Flagelo Urbano- Irmão, eu não tenho album,estou a trabalhar para que o primeiro saia no primeiro trimestre de 2010.Mas tenho muitas músicas gravadas para que o pessoal conheça mais sobre o meu trabalho. Estou a gravar um EP que vai sair dia 23 de Dezembro deste ano,vai se chamar “Entre o tempo e a memória” e reflecte muito o tempo que estou no movimento e as coisas que aprendi. Mas para além destes progectos estou também a terminar de gravar um album com a participação de muitos artistas angolanos que vai se chamar “ Reunir” e tem como objectivo homenagear uma grande figura da música popular de angola de nome Teta Lando.



Eu Sempre Gosto de Termina as Entrevista com um bate bola eu digo nomes e vc diz uma frase ou a primeira coisa q vier a tua cabeça ok.



Um Livro..?

Flagelo Urbano-O Mundo de sofia.Para mim é uma das maiores viajens que já fiz ao mundo da filosofia.


Barack Obama..?
Flagelo Urbano-Afinal não é o messias que todos esperavámos que fosse.O homem também é homem né ?


MCK..?

Flagelo Urbano-Um Grande amigo e a pessoa que mais apoio me deu nesse movimento. Muita coisa que aprendi no hiphop devo a ele.

Angola..?

Flagelo Urbano- Angola é como um corpo inerte aonde cada abutre vem pegar o seu pedaço.


Uma Musica..?


Flagelo Urbano-Imagine-John Lennon



Flagelo Urbano Deixe Uma Mensagem aos Manos do Blog Naçao Hip Hop e Noticiario Periferico.

Flagelo Urbano - Cultivar amor com os olhos secos.Obrigado por tudo.

Para conhecer melhor O trabalho do Mano entre no seu myspace
Myspace do Flagelo Urbano

Entrevista feita Por min Anderson "Hebreu" Agradeço ao Mano Flagelo Urbano por conceder esta otima entrevista...obrigado msm mano. é Nois

0 comentários:

 

Hebreu Suburbano Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates