sexta-feira, 27 de julho de 2012

0 O que as Escrituras Hebraicas Falam Sobre a Poligamia Você Sabe ..?



Poligamia
Por Yeshayahu ben Yahuda

Poligamia, do grego muitos matrimônios, é a união reprodutiva entre mais de dois indivíduos
de uma espécie.
YHWH nunca instituiu poligamia na sua palavra, o fato dele ter permitido , não dá a entender
que ele aprove. Não é uma questão de YHWH desaprovando algo que Ele previamente
permitiu, mas sim uma questão do Eterno restaurar o casamento ao seu plano original.
Mesmo quando estudamos Adão e Eva (não Evas), poligamia não era a intenção
original de YHWH. Aparenta ter permitido a poligamia para resolver um problema, mas
era o Seu desejo que esse problema nunca tivesse ocorrido. Na maioria das sociedades
modernas, não há necessidade alguma para poligamia. Em muitas culturas de hoje, as
mulheres podem se proteger e providenciar para si mesmas – removendo o único
aspecto “positivo” de poligamia. Além disso, muitas nações modernas declaram
poligamia ilegal. Segundo a nossa constituição no artigo 235 do código penal, a
bigamia/poligamia é crime.
Por que YHWH permitiu poligamia no Tanakh? A Bíblia não diz especificamente porque ele
permitiu. Há alguns fatores importantes a serem considerados. Primeiro, sempre tem existido
mais mulheres no mundo do que homens. Estatísticas atuais mostram que aproximadamente
50.5% da população mundial são mulheres, com homens sendo 49.5%. Ao supor que também
era assim nos tempos antigos, e ao multiplicar por milhões de pessoas, haveria dezenas de
milhares de mulheres a mais do que os homens. Segundo, guerras nos tempos antigos eram
muito brutais, com uma taxa de mortalidade muito alta. Isso teria resultado em uma
porcentagem ainda maior de mulheres. Terceiro, devido a sociedades patriarcais, era
praticamente impossível que uma mulher solteira providenciasse para si mesma. As mulheres
frequentemente não tinham nenhuma educação ou treino. As mulheres dependiam de seus
pais, irmãos e maridos para sua provisão e proteção. Mulheres solteiras eram sujeitas
frequentemente à prostituição e escravidão. Quarto, a diferença significante entre o número
de mulheres e homens teria deixado muitas, muitas mulheres em uma situação muito
indesejável.
Então, aparenta ser o caso que YHWH permitiu poligamia para proteger e providenciar pelas
mulheres que provavelmente não achariam um marido de outra forma. Um homem que tinha
várias esposas providenciava e protegia todas elas. Enquanto acreditamos que esse não era o
ideal, viver em um lar polígamo era melhor do que as outras alternativas: prostituição,
escravidão, fome, etc. Além de proteção e provisão, a poligamia capacitou um crescimento
muito mais rápido da humanidade, realizando o comando de YHWH de “sede fecundos e
multiplicai-vos/ povoai a terra e multiplicai-vos nela” (Gênesis 9:7). Homens são capazes de
engravidar várias mulheres no mesmo período de tempo... causando um crescimento na
humanidade muito mais rápido do que se cada homem pudesse produzir apenas uma criança a
cada ano.
Primeiro caso de bigamia/poligamia registrado

E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá.
Gênesis 4:19
Lameque mencionado no livro de Gênesis como filho de Metusael e um dos
descendentes de Caim da quinta geração deste, que teria cometido o segundo
homicídio na história da humanidade e foi o primeiro homem a praticar a bigamia.
E não encontramos relatos onde YHWH tenha entregado essas duas esposas a Lameque, ele
simplesmente tomou uma atitude desenfreada por livre e espontânea vontade.
E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de
Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um
jovem por me pisar.
Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.
E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome
Sete; porque, disse ela, YHWH me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o
matou. Gênesis 4:23-25
Ele tinha um caráter marcado pela independência e rebeldia, não se importava com YHWH e
seguia apenas seu próprio coração enganoso.
Fica claro no versículo acima que Lameque sabia alguma coisa sobre YHWH, em contraste com
a maioria das pessoas de hoje. Pela tradição oral, Lameque conhecia a história de sua família:
ele fez alusão a isso no versículo 24.
Até onde sabemos, foi o pioneiro praticante da bigamia. YHWH contemplou isso em
silêncio, mas registrou as atitudes de Lameque.
Obs: Aprenda algo importante sobre YHWH agora: o silêncio divino não significa sua
aprovação!
Veremos algumas das consequências poligâmicas:
1) Abrão deita-se com a egípcia Agar, sob o consentimento de sua mulher. Dessa
união nasceu Ismael (Gn 16.1-16).
Conseqüências maléficas: 1) Inimizade entre Ismael, filho da egípcia, e Isaque,
filho de Abraão e Sara (Gn 21.9-14).2) conflitos entre Sarai e Agar (v.6).
2) Salomão amou muitas mulheres estranhas. Tinha 700 mulheres e trezentas
concubinas (1 Rs 11.1-3).
Conseqüências maléficas: a) Suas mulheres lhe perverteram o coração (v.3, 4). b)
“Seu coração não era perfeito para com YHWH; fez o que era mau aos olhos do
Eterno” (vv.4-6). c) Foi castigado por YHWH (11.1-13). O mandamento divino para
os reis não permitia a poligamia: “Tampouco para si multiplicará mulheres, para
que o seu coração não se desvie” (Dt 17.17).
3) Jacó e suas duas mulheres: as irmãs Léia e Raquel (Gn 29.21-28).
Conseqüências: Raquel teve inveja de sua irmã e houve conflito conjugal
(30.1,2,8,14,15).
“YHWH pode ter tolerado a poligamia no Tanakh, porque o povo não tinha plena
compreensão da vontade dele, no tocante ao casamento, e porque esse povo era
duro de coração (Mt 19.8-a)”.
“Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e
serão ambos uma carne” (Gn 2.24).
A prescrição divina para o casamento é um só homem e uma só mulher que, unidos
em corpo e alma, formam uma só carne. Esse mandamento exclui a poligamia
(”sua mulher”, e não “suas mulheres”), o adultério (os dois serão uma só carne;
não são os três ou os quatro, cinco).
Confirmação na Brit Hadasha:
“Deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, e serão DOIS numa só
carne. Assim não são mais DOIS, mas uma só carne” (Mt 19.5-6; v. Ef 5.31). A
essência do casamento, como confirmado por Yahushua, é de um homem e uma
mulher. A monogamia é a única forma lícita de casamento.
Shaul exorta a Monogamia
Vós, maridos, amai vossas mulheres...cada um em particular ame a sua própria
mulher (Ef 5.25,33).
“É necessário, pois, que o supervisor seja irrepreensível, marido de uma mulher...”
(1 Tm 3.2). Se tiver mais de uma mulher, será REPREENSÍVEL.
“Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher e cada uma
tenha o seu próprio marido” (1 Co 7.2). Isto é, cada homem tenha a sua mulher;
cada mulher o seu marido. O artigo definido “o” e “a” estabelece a forma
monogâmica do casamento. Casamento significa “união solene entre duas pessoas
de sexos diferentes” (Dic. Aurélio).
Vejam como a poligamia no Tanakh gerou confusão, desconforto, ciúmes, conflitos
conjugais e castigo. Nos termos da Aliança Renovada, como vimos, a poligamia é
intolerável.
Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher;
Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu
próprio marido.1 Coríntios 7:1-2
O texto de Coríntios, o apóstolo Shaul(Paulo), mostra e confirma com clareza a vontade de YHWH.
Ele diz; “cada homem tenha sua própria mulher” e não “suas mulheres” no plural, ou seja, o
que passar de mais de uma esposa é considerado caso de prostituição.
O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma
maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.
Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos
aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente
pela vossa incontinência.
Digo, porém, isto como que por permissão e não por mandamento.
Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de YHWH o seu
próprio dom, um de uma maneira e outro de outra.
Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.
Todavia, aos casados mando, não eu mas o Eterno, que a mulher não se aparte do marido.
Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido
não deixe a mulher.
Mas aos outros digo eu, não o Eterno: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em
habitar com ele, não a deixe.
E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe.
Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo
marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.
1 Coríntios 7:3-14
O contexto inteiro vemos a narrativa no singular, “homem” e “mulher” não encontramos relatos de
aprovação na Brit Hadasha sustetando ou permitindo a hipótese de bigamia ou poligamia entre os
Hebreus. Essa cultura/tradição já tinha sido revogada. Com a nova Aliança Renovada(Brit
Hadasha) em vigor, muitas coisas foram integradas e algumas concepções passadas foram
subentendidas como de um passado contemporâneo que não deve ser aplicada mais. Isso é o caso
da Poligamia e Guerras que batalhavam os profetas. Essa foi a missão de Yahushua vir a Terra,
fazer os Hebreus entender o modo correto segundo a vontade de YHWH, porque tudo estava
errado, se estivesse correto não seria necessário sua vinda. Yahushua veio estabelecer um pacto
de sangue e não formar outro de pedra(Deut 4:13, 1Reis 8:9), como foi o de Moshé(Moisés), o
Messias foi o exemplo perfeito para seguirmos, ele nunca incentivou a Poligamia.
Como o Eterno enxerga a poligamia nos dias de hoje?
Mesmo quando permitiu poligamia, a Bíblia apresenta monogamia como o plano que
mais se conforma com o plano ideal de YHWH para o casamento. O Torá diz que a
intenção original de YHWH era para que um homem fosse casado com uma só mulher:
Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.
Efésios 5:31
Enquanto Efésios 5:31está descrevendo o que o casamento é, ao invés de quantas
pessoas estão envolvidas, o uso consistente do singular deve ser destacado. . Em
Deuteronômio 17:14-20, YHWH disse que os reis não deviam multiplicar esposas (ou
cavalos ou ouro). Enquanto isso não pode ser interpretado como um comando para que
os reis fossem monogamistas, ainda pode ser entendido que ter várias mulheres causa
problemas. Isso pode ser visto claramente na vida de Salomão (1 Reis 11:3-4).
Na Brit Hadasha, 1 Timóteo 3:2,12 e Tito 1:6 diz “marido de uma só esposa” como
uma das qualificações para liderança espiritual. Há certo debate em relação ao que essa
qualificação significa. A frase pode ser traduzida literalmente como “homem de uma
mulher só”. Se esta frase está ou não se referindo exclusivamente à poligamia, de
forma alguma pode um polígamo ser considerado “marido de uma só esposa”. Mesmo
que essas qualificações sejam especificamente para posições de liderança espiritual, elas
devem ser adotadas igualmente por todos os hebreus. Devem todos os hebreus ser
“irrepreensível…temperante, sóbrio, modesto, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado
ao vinho, não violento, porém cordato, inimigo de contendas, não avarento…” 
(1Timóteo 3:2-4)
Se somos chamados a ser santos (1 Pedro 1:16), e se esses padrões são santos para os
presbíteros e diáconos, então esse padrões são santos para todos.
Efésios 5:22-23, uma passagem que fala do relacionamento entre maridos e esposas,
quando se refere a um marido (singular) também se refere a uma esposa (singular).
“…porque o marido é o cabeça da mulher (singular)… Quem ama a esposa (singular) a
si mesmo se ama.
Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois
numa carne. Efésios 5:31
Prescrição monogâmica, aqui não está aconselhando e sim determinando uma
obrigação.
Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si
mesmo, e a mulher reverencie o marido. Efésios 5:33
Se é em particular, poligamia não se encaixa nesse contexto. “E a mulher reverencie o
seu marido” , o singular é explícito também nesta passagem.
Enquanto uma outra passagem paralela, Colossenses 3:18-19, refere-se a maridos e
esposas no plural, é bem claro que Shaul(Paulo) está se dirigindo a todos os maridos e
esposas entre os fiéis de Colosso; ele de forma alguma está afirmando que um marido
pode ter várias esposas. Em contraste, Efésios 5:22-33 está descrevendo
especificamente o relacionamento matrimonial. Se poligamia é permitido, toda a
ilustração do relacionamento de Yahushua com o Seu corpo, e o relacionamento do
marido com sua mulher, cai aos pedaços.
Eu acredito também, que o desejo de homens e mulheres manterem uma traição,
envolve também a tradição poligâmica que cometeram os nossos antepassados, por mais
indecente que seja o homem e a mulher, ele(a) tem em mente um cônjuge apenas.
Pessoas que tem o desejo de bigamia/poligamia, me desculpe a franqueza, mas são
pessoas promíscuas, depravadas, que não tem respeito com a palavra de YHWH.
Alguns que se dizem povo de YAH, adotaram a poligamia, inclusive apresenta
passagens bíblicas para defender sua postura. Muitas pessoas deveriam aprender a usar
o bom senso, e analisar os fatos, e entender porque a poligamia foi permitida. São
cenários totalmente adversos, isso deve ser ressaltado: o período histórico, a cultura e
etc. O ser humano tende por natureza evoluir-se, mas alguns parece que ficaram presos
no passado, ou usa esse pretexto para praticar a poligamia. Infelizmente esses dois casos
são uma realidade. Partindo desse princípio remoto, então vamos praticar a lei de
Moisés, devemos ir as ruas apedrejar prostitutas, e vamos adotar a postura dos
profetas, iremos pegar nossas lanças(armas) e guerrearemos contra nossos inimigos e
faremos então justiça com nossas próprias mãos, até todo sangue ser consumido e
alguém declarar-se vencedor.
Isso não é uma mente apenas cauterizada por homens, mas também inescrupulosa, o
homem e a mulher tem o instinto de um cônjuge, ultrapassando isso, uma pessoa desta
não deve ser classificada como normal. Quero dizer, que o DNA de uma pessoa
Ocidental está caracterizado desta forma, está na nossa cultura, tradição e constituição.
Salomão foi idólatra por conta de mulheres
E o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas,
amonitas, edomitas, sidônias e hetéias,
Das nações de que o Criador tinha falado aos filhos de Israel: Não chegareis a elas, e
elas não chegarão a vós; de outra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os
seus deuses. A estas se uniu Salomão com amor.
E tinha setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe
perverteram o coração.
Porque sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o
coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Criador
seu YHWH, como o coração de Davi, seu pai,
Porque Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e Milcom, a abominação dos
amonitas.
Assim fez Salomão o que parecia mal aos olhos do Criador; e não perseverou em seguir
ao Eterno, como Davi, seu pai.
Então edificou Salomão um alto a Quemós, a abominação dos moabitas, sobre o monte
que está diante de Jerusalém, e a Moloque, a abominação dos filhos de Amom.
E assim fez para com todas as suas mulheres estrangeiras; as quais queimavam incenso
e sacrificavam a seus deuses. 1 Reis 11:1-8
Não há como negar que Salomão não caiu por conta de suas mulheres, ele preferiu
seguir seu desejo carnal(mulheres) do que o espiritual(YHWH), e as consequências
disso foram terríveis.
Brit Hadasha não existe Poligamia
E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Marcos 10:8
E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só
carne 19:5
Aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam
ser acusados de dissolução nem são desobedientes. Tito 1:6
O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido. 1
Coríntios 7:3
Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias
casas.1 Timóteo 3:12
São passagens no singular, que percebemos claramente a exortação de um homem e uma
mulher, somos seres racionais, YHWH nos permite o discernimento, mas tem pregadores e
pessoas que estão vivendo ainda a natureza contemporânea ultrapassada dos patriarcas
Hebreus. Levando consigo pessoas sem discernimento biblico e sem escrupulo racional. São
esses os mesmos que andam distorcendo Dízimo por “dinheiro”, e kehilat(congregação) por
“templo de pedra”. Nâo estou aqui para ferir a honra e dignidade de um praticante de
bigamia/poligamia, só deixo ciente, que interpretação do Torá envolve cultura, tradição e o
período histórico narrado. E não tem como analisarmos tudo de um modo laico e arcaico
trazendo aos nossos dias como exemplos, pois isso não tem qualquer sustentabilidade.
Analogia entre Tanakh x Brit Hadasha

Fazendo uma breve analogia entre Tanakh x Brit Hadasha, percebemos dois períodos distintos,
destacando a cultura, tradição, e hoje também temos a constituição. Nos escritos do Tanakh
encontramos a poligamia como um meio alternativo por “ocasiões necessária”. Se na Brit
Hadasha e no ministério todinho de Yahushua e dos apóstolos não presenciamos uma única
passagem para mantermos a poligamia, constatamos que ela ficou no passado, assim como as
Guerras que batalhavam os patriarcas Hebreus. O nosso Maschiach foi a personificação
terrena que refletiu o Pai na Terra de forma direta, ninguém melhor do que ele representou a
perfeição do Pai, pois ele foi o Cordeiro perfeito. Yahushua claramente exortou dois corpos
num só,[ homem e mulher ], e não triangulo amoroso ou 4,5,10 mulheres.
Nâo Adulterarás
Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o
seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do
teu próximo. Êxodo 20:17
Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a
repudiada pelo marido, adultera também. Lucas 16:18
E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato,
adulterando.João 8:4
Tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas
inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição 2 Pedro 2:14
Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza,
lascívia Gálatas 5:19
Adultério: infidelidade conjugal, falsificação, adulteração.(Do Lat. Adulterium)
Baseado na analogia entre Tanakh e Brit Hadasha, não há como negar que quem pratica
bigamia/poligamia, está cometendo o ato de adultério. E conforme os Escritos mais recente da
Brit Hadasha, isso é um desejo da carne que não provém de YHWH e nem de Yahushua. O
Messias nunca aprovou e ensinou tal atitude pecaminosa, pois como já mencionado, não
existe uma única passagem na Brit Hadasha defendendo a bigamia/poligamia. Isso é um desejo
imoral da carne.
Mulheres tem o desejo da Poligamia ?
Até o momento tenho descrito a poligamia em uma conotação ampla, mas seria
irrelevante não abordar a temática do pensamento da mulher, afinal, ela é a grande
prejudicada. Qual a mulher que deseja dividir seu homem ? Embora algumas adeptas a
bigamia/poligamia não revelem, eu tenho certeza que no íntimo dela, jamais se
submeteria a tal atitude se não fosse por obrigação de sua cultura/religião/tradição.
Não me atendo ao fato que estou comentando sobre o pensamento da mulher
poligâmica, que no mundo, é uma minoria bem insignificante comparada com o
número de pessoas monogâmica existentes no nosso planeta. Se indagarmos mulheres
que não pratica a bigamia/poligamia, ouviremos as piores conjugações possíveis, e eu
entendo e concordo com este pensamento. Isso é algo promíscuo, temos no nosso
consciente o discernimento, somos seres racionais pensante.
Casamento
Vamos primeiramente ao dicionário entender o significado desta palavra
casamento
(casar + -mento)
1..Ato ou efeito de casar.
2. Contrato de união ou vínculo entre duas pessoas que institui deveres
conjugais. = .MATRIMÔNIO
3. .Cerimônia ou ritual que .efetiva esse contrato ou união. = BODA
4. [Figurado] União, associação, vínculo.
Uma união solene entre duas pessoas. Lembrando que, não existe proposta de
casamento Poligâmico na nossa constituição e muito menos nas Escrituras. Vamos as
Escrituras então para provarmos melhor esta união solene
Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão
ambos uma carne. Gênesis 2:24
Esse foi o primeiro relato de proposta ao casamento. Na Brit Hadasha existe outra
prescrição ao casamento da mesma forma, localizada em Efésios 5:31
Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher Marcos
10:7/Mateus 19:5
Yahushua determinou explicitamente o casamento monogâmico, fazendo um alerta
que o homem deixe seus pais e una-se a sua mulher, para ambos serem apenas uma
carne(singular). Afinal, não existe no Torá casamento poligâmico. Isso porque nos
Escritos da Brit Hadasha não encontramos nenhum seguidor de Yahushua praticando
ou sendo ensinada tal ato. Essa tradição patriarcal Hebraica já não era ensinada nem
pelos fariseus/escribas quem dirá aos Hebreus.
Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é
idólatra, tem herança no reino de Yahushua e de YHWH. Efésios 5:5


Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;
Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que YHWH criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;
1 Timóteo 4:1-3


Estamos vivendo os últimos tempos, alguns já estão se apostatando e dando ouvidos à enganadores. A passagem reflete bem o caso, “Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência”.
A passagem que Shaul fala é muito clara, sendo que alguns proibirão o casamento. Na Nova Aliança não existe proposta de casamento poligâmico, como pode então haver este matrimônio ??
O Polígamo vai viver ilegal com suas mulheres sem o casamento ? Ele estará infringindo a proposta monogâmica (Gen 2:24). Ao contrário da poligamia que foi um ato deliberadamente praticada pelo primeiro bígamo da história, cujo nome era Lameque(Gen 4:19). Foi adotada então pelos Hebreus culturalmente.
A monogamia não se encaixa como algo cultural/tradicional/ como foi o caso da poligamia, mas sim como lei (Gen 2:24, Efésios 5:31).
A nossa constituição não permite casamento Poligâmico e muito menos a Brit Hadasha(Nova Aliança). Querer readaptar a cultura do Yashurun(Israel) antigo ao século XXI não tem fundamento, pois o elo histórico e tradicionalista são outros.
Não tente viver a natureza e cultura dos patriarcas Hebreus, estamos no século XXI, e não 3 mil anos antes de Yahushua. Não estacione, siga em frente pedindo a YHWH que abra sua mente. 

Veja Outros Temas no www.oshebreus.com

0 comentários:

 

Hebreu Suburbano Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates